João Guilherme M. M. de Almeida, Advogado

João Guilherme M. M. de Almeida

Salvador (BA)
74seguidores11seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advocacia criativa.
Pós-graduado em Direito Empresarial (Universidade Católica do Salvador). Bacharel em Direito (Universidade Federal da Bahia). Advogado com foco nas áreas empresarial e cível, em Salvador - Bahia. Apreciador de fantasia, jogos e estratégia.

Principais áreas de atuação

Direito Empresarial, 13%
Direito Civil, 13%
Direito Arbitral, 8%
Contratos, 8%
Outras, 58%

Comentários

(9)
João Guilherme M. M. de Almeida, Advogado
João Guilherme M. M. de Almeida
Comentário · há 3 anos
Muito legal a exposição, @danielmurta . Ia me abster de comentar aqui, mas refleti e concluí que o é bom deve ser publicamente elogiado. Na minha visão, os princípios de cultura empresarial do Jus, apesar de popularizados no mundo tech das startups, tendem a ser adotados em outros seguimentos da economia. É um movimento natural dos negócios preocupados com resultados; não com os resultados financeiros, mas com os de satisfação dos clientes/usuários pelo oferecimento de um serviço ou produto de excelência.

O fato é simples: a vida é efêmera, curta e imprevisível. Temos - ou pelo menos assim penso - que deixar algum legado positivo para o mundo, algo que persista e evolua depois da nossa inevitável morte. Pergunto-me, com certa frequência, que legado é esse que quero deixar. A minha resposta ainda não tenho. Talvez seja alguma coisa no direito, ou na educação, ou na literatura... Vai saber. Por outro lado, observo no Jus que a difusão do conhecimento já é algo concreto. Esse é um legado já realizado!

Uma contribuição social realmente relevante. Isso é o essencial. Vejo na internet, diariamente, pessoas que se dizem empreendedoras, mas se limitam a vender sua própria imagem e a deliciosa ilusão de que podem te ajudar a mudar sua vida e a dos outros se você "resetar o seu mindset" e investir seu tempo em "negócios de alto impacto positivo". Não que os conceitos sejam desimportantes, mas o que eu gosto no Jus é isso: não tem falatório, vocês chegam e fazem. Não é só a pessoa X, Y ou Z. É o Jusbrasil: serviço de utilidade pública aqui e agora.

A Bahia deu ao Jus régua e compasso. A cultura de vocês apenas reflete isso. Espero, de coração, que vocês continuem crescendo, melhorando e cooperando, à sua maneira, para a diminuição do justice gap.

p.s.: cara, fui uma vez no happy hour do Jusbrasil, a convite de @galvomatheus , e gostei muito de sua banda, com aplausos especiais para SOAD e Chico. Parabéns!

p.s. 2: se disserem que comentei aqui apenas para receber um novo convite (porque Matheus se mudou), é mentira. Malditos haters! <3

Haha, abraços! E sucesso!
João Guilherme M. M. de Almeida, Advogado
João Guilherme M. M. de Almeida
Comentário · há 3 anos
Professor, importante pontuar também o REsp 1186513/RS (recurso repetitivo), que firmou a tese de que "As alterações trazidas pela Lei 12.336 passaram a viger a partir de 26 de outubro de 2010 e se aplicam aos concluintes dos cursos nos IEs destinados à formação de médicos, farmacêuticos, dentistas e veterinários, ou seja, àqueles que foram dispensados de incorporação antes da referida lei, mas convocados após sua vigência, devem prestar o serviço militar."

Abraços!

Perfis que segue

(11)
Carregando

Seguidores

(74)
Carregando

Tópicos de interesse

(13)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com João Guilherme
(71) 3341-...
Ver telefone

João Guilherme M. M. de Almeida

Entrar em contato